Tipos de tranças. As melhores ideias para cabelos com tranças

Tipos de tranças. As melhores ideias para cabelos com tranças

Arrumadas e de bom gosto ou soltas e desordenadas? Francesa, espinha de peixe ou clássica? As tranças são atemporais, femininas e verdadeiramente versáteis - independentemente do tipo. Confira o que ainda não sabe sobre este penteado!

Uma trança tem uma definição simples - é uma forma de penteado que é geralmente composta por três madeixas de cabelo, acompanhadas de acessórios para as manter no lugar, por exemplo, um elástico, uma fita ou um laço. Atualmente, existem muitas variações de tranças.

Tranças em várias culturas

Qual a origem do estilo? As tranças estão presentes em muitas culturas diferentes. São conhecidas e utilizadas praticamente desde sempre.

As mulheres egípcias faziam tranças nos seus cabelos longos porque era o penteado mais confortável. Afinal, os penteados ancestrais eram, acima de tudo, práticos. Na Idade Média, a trança servia para as mulheres esconderem o cabelo debaixo de chapéus e lenços. Por outro lado, na cultura indiana, as tranças dos inimigos eram cortadas e tratadas como troféus de guerra.

Um facto curioso é que as tranças eram o símbolo da virgindade na cultura eslava. As raparigas usavam uma ou duas tranças até se casarem. Despediam-se das tranças durante a desmancha na véspera do casamento ou quando cortavam a trança durante o casamento para se despedirem da sua condição de solteira.

Trança: moderna, universal, atemporal

As tranças estão de regresso? Hoje em dia, já não têm muito valor simbólico. No entanto, a trança ganhou o nome de penteado atemporal que pode usar sempre, porque é muito pouco provável que passe de moda (à semelhança dos coques em diferentes versões).

Várias tranças estiveram presentes nas passarelas ao longo dos anos. Alexander Wang, Valentino Garavani e Fátima Lopes (estilistas famosos) adoram este penteado.

Também gostamos de fazer tranças no cabelo porque são cómodas, femininas e adequadas para qualquer ocasião. Um penteado com tranças funciona para ir fazer as compras do dia a dia, para o trabalho, para o ginásio, para um encontro, para um jantar de família e para ocasiões especiais como, por exemplo, um casamento. Combina com todos os estilos - boho, império, glamour ou mesmo rock.

O resultado depende do tipo de trança que escolher.

Tipos de tranças - nós clássicos

Estas são as tranças mais fáceis e clássicas que pode utilizar para criar um estilo deslumbrante.

  1. Trança inglesa - uma trança tradicional que se faz pegando em três madeixas iguais e cruzando-as (a madeixa direita sobre a do meio, a madeixa esquerda sobre a do meio, depois novamente a madeixa direita sobre a do meio... etc.).
  2. Trança francesa - é feita de forma semelhante a uma trança normal, cruzando as madeixas da esquerda e da direita sobre a do meio, mas acrescenta-se mais madeixas durante a criação da trança.
  3. Trança holandesa - é uma trança francesa invertida - cruza-se as madeixas por baixo da madeixa do meio e não por cima.
  4. Trança de espinha de peixe - tem um padrão muito caraterístico que se obtém dividindo o cabelo em duas secções e entrelaçando alternadamente as madeixas finas da direita e da esquerda.
  5. Trança francesa do tipo espinha de peixe  - nesta versão da trança de espinha de peixe, começa-se no cimo da cabeça, dividindo o cabelo em duas secções e, em seguida, cruza-se as madeixas, acrescentando as madeixas finas seguintes da esquerda e da direita, alternadamente.

Tipos de tranças - verões modernas

O que chamamos hoje de trança é algo mais do que uma trança clássica. Temos muitas variações à escolha. Conheça as mais fascinantes.

  1. A trança de corda é constituída por duas madeixas sem acrescentar mais fios. Parece uma corda grossa e obtém-se o efeito torcendo duas madeixas de cabelo e enrolando-as.
  2. A trança em tubo assemelha-se a um tubo e é bastante desafiante: apanhe a madeixa do meio do cabelo no cimo da cabeça - é a base do seu penteado. Em seguida, cruze a madeixa da esquerda por baixo da parte central e volte a passar a madeixa do lado esquerdo e depois leve-a novamente para o lado direito. Repita os passos com a madeixa da direita.
  3. A trança em cascata é um penteado delicado e deslumbrante que combina uma trança com cabelo solto. Tem por base três madeixas de cabelo. Comece a trança próximo das têmporas. Cruze a madeixa de baixo sobre a madeixa do meio, junte uma madeixa à madeixa de cima e cruze-a também sobre a madeixa do meio. Em seguida, deixe a madeixa inferior de fora e adicione uma nova madeixa do cabelo solto, cruzando-a sobre a madeixa central.
  4. trança de bolha é um pouco estranha e não precisa de ter nenhum talento extra para a fazer. Não se faz uma trança no cabelo - faz-se um rabo-de-cavalo, envolve-se o rabo com um atilho, espaçando os atilhos.
  5. trança infinita tem por base duas madeixas com uma madeixa extra fina cruzada entre elas, fazendo o sinal do infinito - cruzando-a por cima e por baixo do resto do cabelo, alternadamente. Pode utilizar mais madeixas para criar a trança infinita - neste caso, cruza madeixas adicionais por cima e por baixo das restantes.
  6. trança DNA é verdadeiramente extraordinária - um penteado original que se assemelha a cadeias de DNA torcidas. Baseia-se na trança infinita - faz-se num rabo-de-cavalo e torce-se à volta. Fixe o penteado com laca.
  7. trança de espinha de peixe solta assemelha-se à cauda de um peixe e baseia-se na trança de espinha de peixe tradicional. Utilizam-se as secções mais finas possíveis; depois de trançar, solta-se a trança para aumentar o volume.
  8. A trança zíper é uma das tranças mais complicadas e não conseguirá fazê-la sem seguir um tutorial. Consiste em trabalhar várias madeixas ao mesmo tempo. Pega nas madeixas do cimo da cabeça, cruza-se, põe-se de lado... Depois, cruza-se com outras madeixas, o que requer realmente alguma perícia.
  9. trança chinesa é uma trança hipnotizante que começa por fazer um rabo-de-cavalo. Em seguida, pegue na madeixa fina mais exterior da cauda e dê um nó à volta do rabo-de-cavalo. Depois, pegue noutra madeixa fina e faça o mesmo. Repita até criar a trança.
  10. A trança de corrente é uma mistura de duas tranças semelhantes a cordas. Para fazer este penteado, puxe o cabelo para trás num rabo-de-cavalo, divida-o em quatro madeixas - torça cada uma delas para a esquerda, pegue em duas delas e torça-as na direção oposta. Por fim, enrole as duas tranças - novamente para a esquerda.
  11. A trança de puxar é outra trança falsa que não precisa de ser trançada de verdade. Pegue numa madeixa de cabelo no topo e divida-a em dois rabos-de-cavalo. Divida o rabo-de-cavalo superior ao meio e prenda-o por baixo do rabo-de-cavalo inferior. Repita o mesmo com o cabelo solto - divida-o ao meio e prenda-o por baixo do rabo-de-cavalo inferior (entretanto, adicione novas madeixas de ambos os lados).
  12. A trança de quatro madeixas é uma versão alargada de uma trança normal - faz-se a partir de quatro secções de cabelo iguais, começando pelo lado esquerdo, cruzando a primeira madeixa sobre a segunda, a segunda sobre a terceira e a terceira sobre a quarta. Em seguida, faça o mesmo a partir da direita.
  13. A trança de cinco madeixas é a versão mais extensa que se pode fazer utilizando até cinco secções de cabelo. Pegue na primeira madeixa da esquerda e cruze-a sobre a segunda e por baixo da madeixa seguinte. Repita do lado direito. Continue até obter a trança completa.
  14. A trança de nó é um pouco semelhante à trança em cano, mas o procedimento é diferente. Faz um rabo-de-cavalo alto e apanha duas madeixas finas da esquerda e da direita, atando-as bem no topo. Em seguida, apanhe as duas madeixas seguintes e amarre-as também. Repita o mesmo passo.

Como é óbvio, existem ainda mais tipos de tranças. Seria verdadeiramente exigente descrever todos os tipos de tranças e as suas inúmeras versões.

Como tornar as tranças mais encorpadas e aumentar o volume?

Para terminar - alguns conselhos para uma trança volumosa.

Se quiser que uma trança pareça mais encorpada, deve, acima de tudo, manter o seu cabelo saudável. Se tiver o cabelo fino, mole e quebradiço, nunca conseguirá fazer uma trança espessa e bonita. O tratamento com óleos capilares acaba por ser novamente uma salvação - permite restaurar a vitalidade, suavizar a trança e facilitar a escovagem. Estes são algumas das melhores escolhas de óleos:

  • óleo de rícino, que previne a queda do cabelo, acelera o crescimento e, consequentemente, aumenta o volume
  • óleo de algodão, que protege as pontas do cabelo contra as fissuras e alisa as tranças

Aplicar um pouco de champô seco nas raízes ou pentear suavemente o cabelo para trás antes de o entrançar pode ser útil para tentar conferir algum corpo ao cabelo. Graças a estes truques simples, obtém um volume muito duradouro.

Outra coisa que pode fazer é puxar ligeiramente para fora os lados da trança - um nó mais solto e uma trança desarrumada proporcionam um resultado muito melhor.

Sinta-se à vontade para partilhar connosco a sua opinião sobre o artigo.


Comentários: #0


Adicione o seu comentário. Será publicado assim que for aprovado pelo moderador.
Óleo de rícino
Óleo de argão
Óleo de jojoba
Spray de proteção térmica
Sérum facial com retinol
Política de Privacidade

O nosso website utiliza cookies, incluindo cookies de terceiros para utilização de ferramentas externas. Se o utilizador não der o seu consentimento, apenas os cookies essenciais serão utilizados. Pode mudar as definições no seu navegador a qualquer altura. Autoriza a utilização de todos os cookies?

Política de Privacidade