Máscaras capilares: tipos, efeitos, opiniões, ingredientes. Qual é a melhor máscara capilar?

Máscaras capilares: tipos, efeitos, opiniões, ingredientes. Qual é a melhor máscara capilar?

A rotina de cuidados capilares não se resume a lavar, escovar e arranjar o cabelo usando acessórios de estilização térmica. Os cuidados capilares implicam uma ação intencional destinada a nutrir, regenerar e reforçar o cabelo. Se sonha com um penteado fabuloso cheio de vitalidade, trate-o com uma máscara condicionadora de alta qualidade. Como escolher? É canja depois de ler a publicação. Opte pelos cuidados capilares de topo e dê ao seu cabelo o que há de melhor.

Máscara capilar - o que é e o que a diferencia de um condicionador de cabelo?

máscara capilar é um produto que repara, nutre e reforça com mais intensidade. É um tratamento que alcança as estruturas capilares ligeiramente mais profundas, não atua apenas na superfície do cabelo. Uma máscara capilar de qualidade também é benéfica para o couro cabeludo. Tem uma consistência rica e está recheada de substâncias ativas. Para funcionar, a máscara deve ser deixada no cabelo durante mais tempo do que um condicionador. Funciona muitas vezes como um tratamento pré-lavagem, produzindo melhores resultados.

Uma máscara transporta nutrientes para o interior do cabelo. Esta é a sua principal tarefa. Existem também máscaras que são ricas em ingredientes que melhoram o estado do cabelo, definem a cor, aumentam o brilho e suavizam. No caso das máscaras capilares, estamos a falar de cuidados e reparações intensivos e sérios do cabelo.

O condicionador de cabelo atua de forma contrária às máscaras capilares. É suposto atuar exclusivamente na parte externa do cabelo. Hidrata, suaviza e embeleza extraordinariamente bem, mas o seu efeito é superficial e não dura muito tempo - os nutrientes são eliminados do cabelo e desaparecem após a lavagem seguinte.

O condicionador centra-se sobretudo no condicionamento do cabelo, mas também possui uma caraterística fundamental: graças à sua camada oclusiva, os nutrientes da máscara podem permanecer nas estruturas mais profundas do cabelo. Metaforicamente falando, o condicionador funciona como um cobertor que se coloca sobre o para manter os ingredientes da máscara no seu interior. É por isso que deve aplicá-lo depois de retirar a máscara (e nos dias em que não utiliza máscara).

Os amaciadores são, na sua maioria, tratados como impulsionadores de brilho que selam as cutículas, suavizam e condicionam o cabelo, ajudando a desembaraçar e a pentear, bem como a protegê-lo dos danos, das toxinas e da poluição. A maior parte dos condicionadores são à base de silicones e a sua consistência é bastante líquida. Deixa-se o condicionador atuar durante apenas alguns minutos.

Em suma, as máscaras e os condicionadores diferem em quatro aspetos:

  • TIPO DE AÇÃO
  • EFICÁCIA
  • UTILIZAÇÃO
  • COMPOSIÇÃO QUÍMICA

Tipos de máscaras capilares para as várias necessidades do cabelo

Não existe uma máscara ideal para todos os tipos de cabelo. Deve optar sempre pela máscara certa para o seu tipo de cabelo e respetivas necessidades. Por exemplo: o cabelo preto pintado necessita de uma máscara diferente dos tons louros. Cabelos encaracolados, finos, espessos, oleosos ou baços - cada tipo precisa de uma máscara diferente destinada a satisfazer as suas necessidades. Em que categorias podemos dividir as máscaras?

Máscaras para cabelo pintado

Concebidas para cabelos que tenham sido submetidos a um tratamento químico intensivo. A longo prazo, cada procedimento de coloração prejudica o cabelo. Verifica-se perda de humidade, perda de brilho, desvanecimento da cor (o pigmento desaparece gradualmente). Este tipo de cabelo necessita de reforço, hidratação, proteção e reparação fortes. As máscaras para cabelos pintados contêm muitas vezes substâncias ativas que preservam a cor e fecham as cutículas, deixando uma camada oclusiva para evitar que a cor desvaneça rapidamente.

Máscaras para cabelo preto, ruivo e louro

Uma categoria separada que, graças aos ingredientes e efeitos, pode ser dedicada com sucesso tanto aos cabelos pintados como aos cabelos naturais que necessitam de melhoria e definição. As máscaras capilares para várias tonalidades (castanho escuro, ruivo ou louro) estão repletas de ingredientes condicionadores, bem como de extratos vegetais que realçam uma determinada cor. A hena é um ingrediente comum nestas máscaras - melhora e prolonga a cor. Outras substâncias que melhoram a cor do cabelo incluem camomila, extrato de avelã, óleo de rícino, paus de canela e raiz de ruibarbo.

Máscaras para cabelo danificado

O cabelo excessivamente processado e arruinado necessita de uma terapia intensiva. Apresenta porosidade alta, o que significa que as cutículas estão abertas e em mau estado. Este tipo de cabelo é normalmente muito seco, tem as pontas espigadas e uma estrutura danificada. Neste caso, é obrigatório utilizar uma boa máscara capilar. Deve incluir uma série de ingredientes ativos capazes de reparar o cabelo, como queratina, ácidos gordos essenciais, muitas vitaminas, emolientes e humectantes que asseguram uma hidratação adequada. As máscaras para cabelos danificados destinam-se a fortalecer o cabelo; são geralmente ricas em extratos de rebentos e proteínas hidrolisadas.

Máscaras para cabelo encaracolado

Um leque de produtos que contém substâncias que definem os caracóis, assim como ingredientes que disciplinam o cabelo e controlam o efeito frisado, que é um problema comum dos cabelos encaracolados (especialmente se forem submetidos a procedimentos químicos regulares, estilização térmica ou a uma rotina de cuidados capilares incorreta). As máscaras para cabelos encaracolados são bastante leves, preparando os caracóis para a criação de penteados sem os sobrecarregar. Também são uma boa escolha se o seu cabelo for liso, mas quiser criar caracóis ou ondas suaves de vez em quando. A utilização de uma máscara de definição de caracóis antes da rotina de estilização capilar faz certamente com que o penteado dure mais tempo.

Máscaras para cabelo fragilizado

Um grupo de máscaras que condicionam o cabelo e o couro cabeludo: a única forma de conter o enfraquecimento. As máscaras para cabelos em mau estado (por exemplo, devido a mudanças sazonais ou queda de cabelo) têm por base ingredientes naturais seguros. O seu objetivo é nutrir e fortalecer o cabelo e os bulbos capilares. Incluem, na sua maioria, ácidos gordos essenciais, vitaminas e aminoácidos, que tornam os processos que ocorrem nos bulbos capilares mais eficazes, deixando o cabelo firmemente enraizado nos folículos. A utilização prolongada combate a queda do cabelo (desde que não se trate de um problema hormonal ou de outro problema que necessite de ajuda profissional e de uma consulta com um tricologista).

Máscaras para crescimento capilar

Estimulam a ação dos bulbos capilares adormecidos e os ingredientes ativos destinam-se a acelerar as divisões celulares na matriz capilar. Este tipo de máscara funciona na perfeição para cabelos fracos devido a mudanças de estação, agressões externas ou medicação (terapia antibiótica). Entre os ingredientes, encontrará substâncias naturais conhecidas pela sua capacidade para estimular o crescimento, como levedura, sumo de bétula, e óleos naturais que estimulam o crescimento, como óleo de rícino, óleo de cedro ou óleo de pinho.

Máscaras para cabelo fino e frágil

Máscaras leves que revestem suavemente os cabelos finos e delicados, criando uma camada oclusiva e melhorando a estrutura do cabelo, aumentando a sua espessura em simultâneo. O efeito não é duradouro. O produto acumula-se no cabelo e é preciso lavá-lo ao fim de algum tempo. No entanto, a verdade é que se trata de uma máscara eficaz para cabelos finos que melhora a sua aparência sem sobrecarregar.

Máscaras para cabelo baço e desvitalizado

Estas máscaras apresentam ação nutritiva intensa, conferem um brilho espantoso e não sobrecarregam o cabelo. Atuam tanto nas estruturas internas como na camada externa. As máscaras concebidas para cabelos sem brilho são ricas em ingredientes que potenciam o brilho, suavizam e selam as cutículas. O grupo mais popular de substâncias que atuam desta forma inclui óleos naturais, extrato de linhaça e ingredientes naturais que aumentam o brilho, como lúpulo, sidra e vinagre de framboesa.

Máscaras para cabelo oleoso e sensível

Um grupo especial de máscaras capilares que deve fazer algo mais do que apoiar a haste capilar: deve equilibrar a secreção sebácea e purificar eficazmente o couro cabeludo para conferir volume ao cabelo e evitar que fique oleoso. As máscaras para cabelos espessos e pesados são, na sua maioria, aplicadas no couro cabeludo para purificar com precisão as raízes do cabelo. Entre os ingredientes, predominam as argilas naturais, verdes ou brancas, e os extratos de urtiga, bardana ou salva. Absorvem o excesso de sebo e contêm um conjunto de minerais que nutrem a pele e o comprimento do cabelo, levantando as raízes para um volume e uma frescura mais duradouros.

Máscaras capilares - efeitos das substâncias ativas

É a classificação mais simples e também a mais importante das várias máscaras, champôs e condicionadores. Para escolher uma máscara capilar de qualidade, verifique sempre a que grupo pertence. Porquê? Porque um determinado produto pode deixar o seu cabelo facilmente sobrecarregado, mesmo que seja o produto certo. As proteínas são as mais problemáticas porque causam uma desidratação extrema quando utilizadas em excesso. Em vez de ficar com o cabelo sedoso e elástico, obtém um efeito rígido, desvitalizado e sem brilho.

  • As máscaras emolientes apresentam um efeito nutritivo, ajudam a preservar a humidade, conferem um brilho incrível, deixam o cabelo sedoso e macio e protegem contra a perda de água e os danos. Os emolientes são gordurosos e adaptam-se a todos os tipos de cabelo. Os óleos naturais representam a sua fonte mais rica.
  • As máscaras humectantes são hidratantes típicos que funcionam em cabelos secos e desidratados, mas quando utilizadas em ambientes húmidos podem deixar o cabelo frisado.
  • As máscaras proteicas regeneram e reconstroem a estrutura do cabelo, repõem os níveis de queratina e recuperam o cabelo danificado e quebradiço. Deve utilizá-las com moderação, pois o excesso acumula-se na estrutura do cabelo, tornando os fios rígidos.

Para obter resultados brilhantes na sua rotina de cuidados capilares, utilize máscaras que combinem os três grupos de ingredientes: óleos, substâncias hidratantes e substâncias regeneradoras. Também pode utilizar emolientes, humectantes e proteínas de forma alternada. Dedique algum tempo à realização de um tratamento capilar com óleo em casa e à aplicação de uma máscara à escolha durante uma semana.

Máscaras capilares eficazes - ingredientes. O que devem conter?

Deve estar a perguntar-se qual a ação de certos ingredientes nas máscaras capilares e o que deve procurar para obter excelentes efeitos. As principais substâncias que são essenciais para o seu cabelo incluem:

 

Extratos vegetais em máscaras capilares

As máscaras geralmente incluem extratos vegetais, especialmente aquelas que servem tanto para o cabelo como para o couro cabeludo. São formuladas sem silicones que podem causar irritação no couro cabeludo. Os extratos vegetais são preciosos, pois nutrem, fixam e reparam o cabelo, melhorando a sua aparência e a sua cor. São uma fonte rica em vitaminas e minerais que contêm carotenos, fitoesteróis, aminoácidos, além de estimularem os bulbos capilares e aliviarem o couro cabeludo. Quais são os ingredientes vegetais mais populares? Depende da região, do país e do continente. Os cuidados capilares asiáticos são diferentes dos cuidados capilares europeus, por exemplo. No entanto, há um grupo de plantas que são normalmente utilizadas em todo o mundo.

Óleos naturais nas máscaras capilares

Os óleos constituem um grupo separado e extremamente importante com efeito condicionador. A sua presença numa máscara aumenta consideravelmente a eficácia do produto. Porquê? Os óleos naturais contêm um conjunto completo dos ingredientes essenciais para o seu cabelo e couro cabeludo: são ricos em vitaminas, minerais, flavonóides e esteróis vegetais, e alguns deles também são ricos em carotenos e esqualano. Um óleo é capaz de oferecer ao seu cabelo tantos benefícios como cerca de quinze ingredientes vegetais.

Tratamento capilar com óleo - os óleos podem substituir as máscaras capilares?

Os óleos vegetais naturais desempenham um papel importante na rotina de cuidados capilares. Se a sua máscara capilar não contiver óleos, utilize-os separadamente e aplique-os no cabelo e no couro cabeludo sob a forma de uma máscara de óleo profundamente nutritiva e regeneradora. Este tratamento com óleos (realizado pelo menos uma vez por semana) repara rápida e eficazmente o cabelo, previne a queda, acelera o crescimento, melhora a aparência e confere volume ao cabelo. É preferível utilizar uma mistura de óleos especialmente composta que respeite a porosidade do seu cabelo. Um exemplo de um tratamento eficaz e perfeitamente composto é o óleo capilar Nanoil, que foi lançado em três versões, adaptadas aos três tipos de cabelo mais comuns.

Como fazer com que uma máscara capilar exerça uma ação mais intensa?

É possível potenciar o efeito proporcionado por cada máscara capilar, quer se trate de um produto caseiro ou de supermercado. Pode fazê-lo adicionando algumas gotas de um óleo natural para o cabelo. Os óleos são emolientes naturais, pelo que evitam a proteção excessiva do cabelo, reforçam as estruturas internas, evitam o efeito frisado, protegem contra os danos e, de um modo geral, conferem ao cabelo uma aparência mais agradável, conferindo brilho e suavidade. Os óleos naturais deixam o cabelo sedoso e brilhante. Se aplicar a sua máscara no couro cabeludo, a presença de óleos permite-lhe purificá-lo, eliminar as impurezas e a acumulação de produtos, reforçar os bulbos capilares e estimular a sua ação. Além disso, os óleos evitam a queda do cabelo e apresentam efeito antienvelhecimento.

Como utilizar máscaras capilares para obter os melhores efeitos?

Uma aplicação correta é a chave para o sucesso. A máscara deve ser aplicada depois de lavar o cabelo com água morna. O cabelo húmido é mais absorvente, pelo que permite que os nutrientes penetrem no seu interior. Seque os fios com uma toalha e aplique a máscara uniformemente no cabelo. Deixe atuar durante cerca de 20 minutos (salvo indicação em contrário do fabricante). As máscaras que contêm ingredientes naturais são seguras, por isso sinta-se à vontade para prolongar o tempo: tudo depende das necessidades individuais do seu cabelo. Se o seu cabelo estiver muito estragado e danificado, pode deixar atuar durante toda a noite, enriquecendo-a com algumas gotas de óleo natural. De manhã, lave o cabelo e penteie-o como habitualmente. Para obter os resultados desejados do tratamento com a máscara, utilize-a uma ou duas vezes por semana.

As melhores máscaras capilares - opiniões de especialistas e maníacas dos cuidados capilares

Qual a melhor máscara para o seu cabelo? Estamos todos de acordo: quer utilize um produto profissional de salão ou uma máscara caseira, esta deve adequar-se ao seu tipo de cabelo, ao seu estado, ao seu aspeto e às suas necessidades. Muitas pessoas que exprimem as suas opiniões sobre a melhor máscara acreditam que o produto deve ser constituído por óleos naturais. As amantes e fãs dos tratamentos com óleos capilares afirmam que a melhor forma de reforçar o cabelo é renunciar às máscaras e trocá-las por um óleo de alta qualidade ou por uma mistura de óleos.

Sinta-se à vontade para partilhar connosco a sua opinião sobre o artigo.


Comentários: #0


Adicione o seu comentário. Será publicado assim que for aprovado pelo moderador.
Óleo de rícino
Spray de proteção térmica
Óleo de jojoba
Óleo de argão
Sérum facial com vitamina C
Política de Privacidade

O nosso website utiliza cookies, incluindo cookies de terceiros para utilização de ferramentas externas. Se o utilizador não der o seu consentimento, apenas os cookies essenciais serão utilizados. Pode mudar as definições no seu navegador a qualquer altura. Autoriza a utilização de todos os cookies?

Política de Privacidade