Manteiga de cupuaçu da Amazónia - equilíbrio de ácidos gordos para uma hidratação perfeita

Manteiga de cupuaçu da Amazónia - equilíbrio de ácidos gordos para uma hidratação perfeita

A manteiga de cupuaçu é obtida de uma árvore da floresta tropical amazónica relacionada com o cacau, e é um dos óleos vegetais mais sólidos. De acordo com a nomenclatura internacional de ingredientes cosméticos, chama-se Theobroma Grandiflorum Seed Butter. O que faz dela um cosmético tão valioso? Retém a água no interior da pele melhor do que a lanolina, acalma inflamações, regenera e é um filtro UV natural. Além disso, apresenta uma composição equilibrada de vários ácidos gordos. Deseja saber mais sobre este produto cosmético?

A maioria de nós adora óleos capilares exóticos. Os óleos extraídos por compressão a frio de plantas em ambiente selvagem parecem ser mais ricos em nutrientes naturais. Naturalmente, esta frase tem uma ponta de verdade. A Amazónia é uma região muito rica em árvores de cacau. Uma delas chama-se Theobroma grandifloru e encontra-se nas zonas do leste da Amazónia, no Brasil. Na verdade, contém muitas substâncias terapêuticas valiosas. A manteiga de cupuaçu, extraída a frio a partir das sementes de cacau, contém também uma variedade de nutrientes. Trata-se de um "parente" próximo da manteiga de cacau mais conhecida.

INCI da manteiga de cupuaçu: Theobroma Grandiflorum Seed Butter

Cupuaçu - como pronunciar corretamente o nome?

Há vários óleos com nomes que são muito difíceis de pronunciar. O problema reside nas suas origens. Se alguma vez se perguntar "como se lêr cupuaçu?" basta verificar na fonte. A forma correta de pronunciar o seu nome é cupuassu, cupuazú, cupu assu ou copoasu. Todos os outros nomes estão incorretos. Se gosta de ser exato, então não os utilize.

Manteiga de cupuaçu - componentes

Muitos cosmetologistas valorizam este produto pelo teor de fitoesteróis. O que significa exatamente isso? Os esteróis vegetais estão estruturalmente relacionados com os esteróis, que fazem parte do nosso cimento intercelular. Graças a ele, os fitoesteróis ricos em manteiga de cupuaçu (beta-sitosterol, estigmasterol, campesterol) reforçam eficazmente a barreira lipídica da epiderme e do cabelo. Resumidamente, a manteiga de cupuaçu proporciona proteção. Mas não só.

A manteiga de cupuaçu contém muita vitamina E, que é um antioxidante natural muito intenso. Contém também inúmeras vitaminas C e A - a fonte de fósforo e ácidos gordos. Além disso, a manteiga de cupuaçu é também rica em ácidos gordos ómega 9 não saturados e ómega 6, que são equilibrados com a quantidade de ácidos gordos saturados (tais como os ácidos palmítico e esteárico). Portanto, a manteiga de cupuaçu é perfeitamente adequada para cabelos pouco porosos. No entanto, funcionará bem em cabelos de porosidade média.

Manteiga de cupuaçu - aroma e consistência

A manteiga de cupuaçu não refinada difere das outras porque apresenta uma consistência sólida e compacta, mesmo à temperatura ambiente. Dissolve-se após aquecimento a uma temperatura de 25-37 ºC. A manteiga de cupuaçu é extraída por compressão frio a partir do grão do fruto da Theobroma Grandiflorum. O interior duro deste fruto tem exatamente a mesma cor que o óleo: tom de café brilhante e leitoso. A manteiga de cupuaçu tem um aroma muito delicado, doce e ligeiramente parecido com o aroma das nozes. Não é demasiado intenso e, felizmente, não deixa qualquer odor irritante no cabelo ou na pele.

Manteiga de cupuaçu - propriedades

Para começar, a manteiga de cupuaçu é adequada para os cuidados de corpo e cabelo. Em ambos os casos, funciona da mesma forma. Este produto não causa quaisquer reações alérgicas, não é sensibilizante nem irritante. Portanto, costuma ser utilizado como um substituto natural de muitos cosméticos: loções, cremes, amaciadores ou máscaras. A manteiga de cupuaçu é bem absorvida, pelo que não deixa uma sensação gordurosa ou pegajosa após a aplicação.

Manteiga de cupuaçu - efeitos na pele

A manteiga refinada de cupuaçu suaviza a pele, sendo, portanto, a solução perfeita para hidratar a pele seca e desidratada. É especialmente recomendada para pessoas que têm pele atópica, descamada e gretada. Proporciona uma regeneração abrangente, assim como protecção contra os efeitos prejudiciais da radiação solar, toxinas, etc. Como? Criando um revestimento protetor delicado. A manteiga de cupuaçu acalma e elimina a vermelhidão na pele e retarda o processo de envelhecimento, garantindo também a regeneração celular. Naturalmente, isto também se aplica ao couro cabeludo.

Manteiga de cupuaçu - efeitos no cabelo

Vale a pena aplicar manteiga de cupuaçu no cabelo, pois proporciona regeneração e reforço. A camada lipídica dos fios é renovada, para que fiquem mais protegidos e não percam os seus nutrientes valiosos. Além disso, mantém um nível de humidade adequado. A ação da manteiga de cupuaçu é muito semelhante à dos filtros UV: cria uma barreira protetora na superfície dos seus fios de cabelo. A substância é também referida como lanolina vegetal, porque possui uma capacidade elevada de absorção de água e impede a sua evaporação. O cabelo fica permanentemente hidratado e, consequentemente, flexível, macio e brilhante. A manteiga de cupuaçu apresenta propriedades anti-inflamatórias, pelo que é capaz de prevenir a inflamação dos folículos. Como resultado, reduz os danos no cabelo, inibe a sua queda excessiva e promove a ação adequada dos bulbos capilares.

Manteiga de cupuaçu - utilização

Como utilizar a manteiga de cupuaçu? Antes de mais, de forma consistente e regular. Só uma aplicação sistemática proporcionará à sua pele e cabelo uma regeneração adequada e efeitos duradouros.

Além disso, a manteiga de cupuaçu proporciona uma utilização versátil. Começando pelo facto de poder ser aplicada diretamente no couro cabeludo e no cabelo e terminando na sua utilização para a produção de cosméticos caseiros. Depois de aquecida, pode ser utilizada no tratamento capilar com óleo (também combinada com outros óleos). Além disso, proporciona efeitos espantosos se for adicionada a máscaras e condicionadores. Além disso, costuma ser incluída em óleos já preparados, como o óleo da Nanoil para cabelos pouco porosos. Não admira que assim seja, afinal de contas, proporcione efeitos maravilhosos.

Manteiga de cupuaçu - indicada para que tipo de cabelo?

Será mais fácil de determinar se olharmos para o conteúdo de ácidos gordos. A manteiga de cupuaçu natural e não refinada tem muito mais ácidos gordos polinsaturados, cujas moléculas são as maiores e mais adequadas para porosidades mais altas. Os ácidos gordos ómega 9 (monoinsaturados) e os ácidos gordos saturados estão presentes em maior quantidade e o seu número é semelhante. Portanto, é difícil determinar se funcionará melhor em cabelos muito ou pouco porosos.

No entanto, quando se trata de porosidade alta, a manteiga de cupuaçu pode não funcionar muito bem porque contém muito poucos ácidos gordos polinsaturados. Os cabelos danificados podem ficar frisados, extremamente secos e sem brilho. Devido ao teor de dois ácidos gordos saturados, deve funcionar muito melhor em cabelos pouco porosos. Daí a manteiga de cupuaçu ser um dos ingredientes do Nanoil para cabelos pouco porosos. No entanto, uma vez que contém uma quantidade semelhante de ómega 9, a manteiga de cupuaçu também pode ser utilizada em cabelos de porosidade média.

Sinta-se à vontade para partilhar connosco a sua opinião sobre o artigo.


Comentários: #0


Adicione o seu comentário. Será publicado assim que for aprovado pelo moderador.
Óleo de rícino
Óleo de argão
Spray de proteção térmica
Óleo de jojoba
Sérum facial com vitamina C
Política de Privacidade

O nosso website utiliza cookies, incluindo cookies de terceiros para utilização de ferramentas externas. Se o utilizador não der o seu consentimento, apenas os cookies essenciais serão utilizados. Pode mudar as definições no seu navegador a qualquer altura. Autoriza a utilização de todos os cookies?

Política de Privacidade